LinkedIn para empresas: o que você precisa saber - Aldeia MKT Conteúdo

LinkedIn pode ser o caminho para minha empresa?

Se ao pensar em LinkedIn, vem logo à cabeça a procura e divulgação por vagas de emprego, saiba que não há nenhum problema nisso.

Reid Hoffman, um dos criadores da rede social, ficaria feliz em confirmar que o LinkedIn cumpre o papel para o qual foi criado: o de ser o principal canal de relacionamento profissional na internet.

Agora, se para você a rede se resume a encontrar o emprego dos sonhos, os números mostram que não. Quando se fala em LinkedIn para empresas, a rede social é muito mais do que vagas e candidatos. É uma plataforma capaz de gerar negócio. Confira!

Mais de meio bilhão de usuários

De acordo com números oficiais, no final de 2017, o LinkedIn chegou a mais de meio bilhão de usuários no mundo – sendo 32 milhões no Brasil. Além disso, são cerca de 3 milhões de empresas cadastradas em 200 países diferentes.

Ainda se pergunta por que sua empresa deveria desprender esforços – e dinheiro – para entrar na rede social?

Frequência de utilização

Existem duas principais diferenças entre o LinkedIn e as demais redes. A primeira é relacionada à frequência em que o usuário utiliza a ferramenta. 75% de seus usuários leem ou interagem com conteúdo na plataforma – em média – uma vez por semana.

A menor utilização da rede mostra a intenção dos usuários de entrarem na plataforma com objetivos definidos. Eles acessam a rede em busca de assuntos específicos. Diferente de outras redes sociais, o LinkedIn não é, para seus usuários, um passatempo.

E nada melhor do que encontrar a solução para essa demanda exatamente entre os conteúdos publicados por sua empresa.

Nesse momento é que entra a importância da divulgação de conteúdos estratégicos, voltados para o mundo corporativo. Eles irão atrair profissionais e gestores. Todos possíveis clientes para sua empresa.

Possibilidade de acesso aos cargos e empresas

A outra diferença – e ainda mais importante – é a possibilidade oferecida pelo LinkedIn dos usuários terem acesso à empresa e cargo dos profissionais.

A informação – indisponível, desatualizada ou inverídica em todas as outras redes sociais -, abre um mundo de possibilidades.

Seja de forma orgânica ou paga, através do LinkedIn Ads, o contato com uma quantidade enorme de pessoas qualificadas pode ser o caminho perfeito para as empresas que buscam contato direto com potenciais clientes, que querem consolidar sua marca ou até mesmo vender através do LinkedIn.

Esses e outros motivos de abraçar a rede social comprada pela Microsoft em 2016 já ficou claro para muitas empresas: 94% de companhias cadastradas no LinkedIn utilizam, hoje, o canal para compartilhar conteúdo exclusivo para seus seguidores e potenciais clientes.

Mais claro ainda é a necessidade de não ficar fora dessa estatística!  

O mais importante é ter uma estratégia de marca bem definida no ambiente digital – e fora dele! – para conseguir avaliar quais redes sociais são interessantes para conversar com cada um dos públicos de interesse. Sem correr o risco de estar em todas as redes sociais apenas por estar.


Compartilhar:

Aldeia Marketing de Conteúdo
Por:
Aldeia Marketing de Conteúdo