No final, o que vale é a buyer persona - Aldeia Conteúdo

No final, o que vale é a buyer persona

17/01/2020

Sabe aquilo de definir verba, discurso, mídia, frequência, peça conceito e etc.? Então, antes disso tudo tem a sua buyer persona. É ela quem deve mandar em qualquer estratégia empresarial. Ela é o início e o fim, no final das contas.

A gente que é de comunicação fica discutindo qual a melhor estratégia de comunicação, qual conteúdo usar, em qual plataforma, quando usar…

Foco sem buyer persona não faz sentido

Mas, se o foco não for a buyer persona, não faz sentido. Como a imagem deste post, temos que tratá-las como verdadeiros reis e rainhas.

Parece óbvio, mas é muito comum a gente definir canais sem pensar nisso. Definir conteúdos sem escutar o que a buyer persona quer ver, ouvir, consumir. Construir oratórias sem pensar nas mesmas.

Esse post chama a atenção pra isso, porque a gente sabe que também comete equívocos básicos de vez em quando.

Este sempre foi um desafio e agora ainda mais.

Saiba onde ela está

Onde estão as minhas buyer personas? No Facebook? No Instagram? Ou passando pela rua?

Outro dia entraram dois projetos aqui na Aldeia e os contratos previam gestão de conteúdo orgânico no Facebook e Instagram. Um bombou no Facebook e o outro no Instagram. O que ditou foram as buyer personas. O que o público-alvo de cada projeto consumia de mídia e conteúdo. A gente adequou a produção e seguiu a audiência.

Mas a buyer persona não está só na mídia online. Afinal, a vida é off também, né?

E aí, o que sua marca está fazendo para fazer parte da vida delas?

Continue no blog: 5W2H: o que pode estar faltando para melhorar seus briefings e planejamentos


Compartilhar:

Álvaro Vargas
Por:
Álvaro Vargas